Introdução a Henry Corbin: uma rara oportunidade no Brasil

O Brasil carece quase que totalmente de material de estudos de ou sobre Henry Corbin, o principal pesquisador ocidental do Mundo Imaginal.

O acesso aos textos desse autor seminal fica restrito a poucos acadêmicos e estudiosos, que dominem o francês, inglês ou espanhol já que, surpreendentemente, seus livros nunca foram traduzidos para o português.

Saber mais sobre o mundus imaginalispode transformar a forma como percebemos e entendemos o cosmos e a nós mesmos. É também uma oportunidade de se conectar com um mundo de ideias, arquétipos e imagens profundas, com potencial de criar novos significados, para nós e para o mundo.

O Encontro Imaginal foi um primeiro passo, dado pela Unipaz e pelo Deep Memory Process, para iniciar a divulgação desse conhecimento no Brasil. Mas foi só um começo.

O segundo passo será, como prometido, aprofundar e mergulhar na obra de Henry Corbin, graças à inestimável ajuda de Tom Cheetham, um americano que tem despontado como um de seus maiores conhecedores nos últimos anos.

Introdução à Henry Corbin, por Tom Cheetham é um curso online, preparado especialmente para o público brasileiro.

Benefícios do curso:

Sobre Henry Corbin:

Ainda praticamente desconhecido por aqui, graças à escandalosa ausência de traduções suas para o português, Corbin, filósofo e teólogo francês, chamou a atenção dos leitores nos Estados Unidos através sua palestra em Eranos,  “Tempo cíclico no masdeísmo e ismaelismo”, publicada em inglês nos anos 50, nas séries Bollingen.

Entre seus primeiros leitores estava o influente poeta Charles Olson – e só isso já teria bastado para que o trabalho de Corbin se tornasse amplamente conhecido entre a comunidade de poetas. Após a publicação de outros livros dele em inglês, Corbin manteve-se em grande visibilidade.

Seu trabalho foi amplamente lido e teve impacto significante sobre muitos poetas do século XX (inclusive Cecília Meireles), particularmente nos Estados Unidos. As ideias de Corbin sobre o recital visionário e o ta’wil, (a hermenêutica espiritual), encaixavam-se perfeitamente com a poética radical de muitos escritores e pensadores da época.

Finalmente, chegou a hora de divulgar Henry Corbin e seu “mundus imaginalis” no Brasil, assim como a influência de seu pensamento sobre junguianos e pós-junguianos como James Hillman. Para isso ninguém melhor que Tom Cheetham.

 

As vendas se encerram em:

00
Dias
:
00
Horas
:
00
Minutos
:
00
Segundos

6 aulas criadas para cobrir as obras mais importantes de Henry Corbin

Cada aula terá a duração de duas horas, segundo o programa abaixo. Na primeira parte o tema será tratado em vídeo legendado e na segunda parte acontecerá uma sessão de P&R.

As aulas são liberadas todas as quarta-feiras, às 19 horas, a partir de 14 de outubro até 18 de novembro de 2020.

Aulas: toda quarta-feira das 19:00 às 21:00

O texto de Henry Corbin, de 1932, “Teologia à beira do lago” já foi  apresentado por Tom Cheetham no Encontro Imaginal. Ele é uma dos poucos textos no qual Corbin apresenta sua experiência e atitude pessoal na busca de Deus, do Anjo, da Mulher. Escrito cerca de 90 anos atrás, após uma experiência no crepúsculo nas margens de um lago do norte da Europa, o texto aponta para um mundo no qual o homem não seria mais “senhor e possuidor da natureza”, mas no qual ele estaria em simpatia, um humilde participante de um universo simbolicamente UM.

O pensamento de Henry Corbin inspira-se numa cosmogonia e uma noção de tempo cíclica, característica do masdeismo (zoroastrismo), a primeira religião monoteísta da qual se tem conhecimento. Diante do pano de fundo do gigantesco cosmodrama, que se inicia com a criação do mundo por Ormuz e o inesperado surgimento de Ahrimã, a força da escuridão, aquilo que chamamos de tempo e história, tornar-se-ia nada mais que uma ilusão, devida ao desconhecimento do drama cósmico que se desenrola até a batalha final.

É a respeito do mais antigo dos filósofos visionários estudados por Corbin, Avicena, que esse começa a elaborar a temática do mundus imaginalis, para demonstrar como Avicena elaborou uma doutrina da peregrinação da alma humana na direção de seu Anjo pessoal, entrando em consonância assim com diversas tradições gnósticas pertencentes ao âmbito do Islã. Foi Corbin também que elucidou, a partir de  um olhar místico, a doutrina das Inteligências e das Almas celestes de Avicena.

Nascido na Múrcia, em 1165 e morto em Damas em 1240, Ibn alÁrabi, místico e escritor prolífico, é uma das figuras mais originais do esoterismo sufi. Essa obra de Corbin sobre Ibn al’Arabi é considerada uma de suas três obras mais importantes.  Nela somos introduzidos ao coração do sufismo e conhecemos a topografia espiritual do Islã.

O equivalente xiita do “reino das ideias” de Platão, o “alam al-mithal,” é bem mais substancial e habitável que o do filósofo grego, e lembra os mundos superiores visitados pelos xamãs. Aqui Corbin elabora um guia para esse mundo “imaginal”: não o mundo das sensações concretas, nem um um mundo imaginário, mas um mundo perfeitamente real, percebido em estados visionários com os olhos de fogo do espírito.

No sufismo do Irã antigo, a busca pelo alvorecer da luz no Norte cósmico simboliza a busca do místico pela realização, a luz levantando-se no interior da escuridão do homem. A Luz Nórdica ou a Luz do Sol da Meia-Noite representa a luz imparcial mas brilhante da Verdade, que nos livra do egoísmo e da escravidão da existência material.

Quem ministra o curso: 

Tom Cheetham, pH.D., foi, durante 25 anos, professor universitário em Ciências Naturais e Humanas. Possui inúmeras publicações científicas como biólogo e entomologista e uma série de cinco livros publicados sobre a obra de Henry Corbin e o Mundus Imaginalis. 

É Membro da Academia Temenos em Londres, professor adjunto de Ecologia Humana no College Of The Atlantic e ex-professor associado de biologia e estudos ecológicos no Wilson College. 

Vive com sua esposa numa fazenda na área rural do Maine. Dá palestras e ensina em cursos online e presenciais nos EUA e Europa.

Participou do Encontro Imaginal online promovido pela Unipaz e Deep Memory Process em setembro de 2020. Nesse demonstrou, para o público brasileiro, suas qualidades de palestrante e professor brilhante, generoso, erudito alegre e apaixonado.

Acesse o site de Tom Cheetham

“A paixão de Cheetham…transporta o leitor através de uma apreciação sempre mais profunda da gigantesca importância de Henry Corbin para uma reavaliação da visão e da imaginação.”

” Encontrei Tom Cheetham online, há exatamente um ano. Já o conhecia através de seus 5 livros sobre Henry Corbin, que, junto com James Hillman, é uma de suas (e minhas) maiores paixões.

Ph.D., Tom deu aulas durante 25 anos a nível de college em ciências naturais e humanas. Possui inúmeras publicações científicas como biólogo e entomologista, além dos seus cinco livros sobre a imaginação na religião, psicologia, artes e um livro de poemas. É membro da Temenos Academy em Londres, Prof. Adjunto de Ecologia Humana no College of the Atlantic e ex-professor associado de biologia e estudos ecológicos no Wilson College. Vive com sua esposa numa fazenda na área rural do Maine e frequentemente ensina e dá palestras nos EUA e Europa.

Quando o contatei em janeiro de 2019 e convidei-o a participar do “Encontro Imaginal”, ele, mesmo sem me conhecer, aceitou imediatamente, com seu natural entusiasmo.

Assim é esse amigo que não conheço pessoalmente: generoso, brilhante, apaixonado, desafiador, um palestrante  alegre e de assombrosa erudição.”

“Tom é um estudioso de raros talentos e um palestrante extraordinário, que carrega sua erudição espantosa com leveza, elucidando o lugar central da imaginação na consciência humana.”

Michel Lerner

“Ele tem muita generosidade de espírito e tomou, com extremo cuidado, conta do grupo, com sua presença e atenção ao detalhe. Senti-me muito bem acolhida desde o início e sua integridade, ao envolver-se com o texto e a “luta viva” que o acompanha, carregam uma linda autenticidade”.

Emma Lanhan

“A aula de Tom Cheetham foi uma rica festa sobre os mistérios da Imaginação Criativa, uma semana após a outra. Aprendi mais do poderia imaginar sobre o espelho refletor do humano e do divino e como um transforma o outro. Tom dá vida a Henry Corbin como nenhum outro é capaz de fazer – prepare-se para ser desafiado!”

Diane Croft

SOBRE O EVENTO

Obras consagradas e autores renomados da filosofia, psicologia, literatura e teologia terão, pela primeira vez, suas teorias estudadas por centenas de pessoas reunidas em espaço único. O Encontro Imaginal pode vir a ser um  importante primeiro passo para o resgate da alma do mundo.

imagem_quem_somos_rodape
LOCAL DO EVENTO

SWPW Quadra 08, conjunto 02, Área Especial Granja do Ipê, Park Way – Brasília/DF

(61) 3380-2069

(61) 99818-2860